Comentários
Novidades 1 minuto 21 Setembro 2021

Banana: da entrada à sobremesa, descubra o valor dessa fruta tropical

Com um dia dedicado a ela, a banana mostra toda sua versatilidade em cardápios de restaurantes MICHELIN

#guiamichelinbrasil

Você sabia que a banana é a segunda fruta mais consumida no planeta e a mais popular no Brasil? Há registros de que essa fruta seja cultivada em mais de 125 países! Em alguns casos, o seu cultivo é também a principal fonte de emprego e renda. A Índia é o país que mais produz a fruta, seguido do Brasil - onde chegou com os portugueses e logo se adaptou ao clima tropical, tornando-se quase uma unanimidade. Mas não é à toa que a banana é uma das frutas mais apreciadas pelos brasileiros. Cheia de vitaminas e nutrientes, pode ser encontrada em diversas variedades, cada uma com suas qualidades: banana maçã, nanica, ouro, prata, banana-da-terra...

Da entrada à sobremesa, conheça alguns pratos em que a banana é a estrela.

No Bib Gourmand Banzeiro, do chef Felipe Schaedler, entre as sugestões de entradas está a dupla de bolinhos de pirarucu de casaca, feito com o peixe curado, banana e farinha Uarini. Entre os pratos principais da casa, a banana também marca presença em diversas preparações, entre elas o filé de pirarucu na brasa com escamas de banana e batata bolinha no forno a lenha.

Bolinho de pirarucu de casaca, do Banzeiro. Foto: Rubens Kato

No Tordesilhas, Bib Gourmand, a banana está presente em diversas opções de pratos principais. O tradicional Barreado, feito com carne bovina cozida em panela de barro vedada durante pelo menos 10 horas, leva banana-da-terra grelhada e farinha fina de mandioca. Numa versão vegetariana, a chef Mara Salles traz a moqueca de banana-da-terra, preparada em leite de coco, servida com arroz e farofa de dendê.

Barreado, do Tordesilhas. Foto: Lucas Terribili

N' A Casa do Porco, de Jefferson Rueda, também premiado na categoria Bib Gourmand, a banana brilha ao acompanhar o prestigiado Porco San Zé, disponível tanto no à la carte quanto no menu degustação. Com a banana nanica, é feito um tartar da fruta com pimenta biquinho, cebola roxa e limão, o que traz frescor e acidez ao prato da casa. O tartar é servido também no Bar da Dona Onça, O Prato MICHELIN comandado por Janaína Rueda, no guia.

Porco San Zé, d'A Casa do porco. Foto: Mauro Holanda

Para finalizar a refeição no Bib Gourmand Restaurante Manioca, um dos destaques é a Baked Alasca de banoffee, inspirada numa sobremesa clássica americana. A base, feita com uma massa amanteigada, recebe camadas de doce de leite, sorvete de banana e rodelas de banana, e é coberta com merengue suíço maçaricado.

Baked Alasca de banoffee, do Restaurante Manioca. Foto Bruno Geraldi

Novidades

Continue a explorar - Histórias que pensamos que irá gostar de ler

Siga o Guia MICHELIN nas redes sociais para atualizações e curiosidades.