Feedback
Comendo fora 3 minutes 01 Fevereiro 2020

Um café, um petit four e a conta

Um café fecha bem a refeição - melhor ainda se vier com um docinho...

coffee Michelin Guide my signature dish

Poucas coisas são tão brasileiras quanto o cafezinho que encerra a refeição - e antecede a conta. E os chefs reconhecem a importância dele: tanto é que, em muitos restaurantes, o café vem acompanhado de um mimo, um petit four. Pode ser um mini brigadeiro, um biscoito, um macaron ou até uma pequena cajuada.

Confira, abaixo, restaurantes indicados pelo Guia MICHELIN que servem petit four com o café - assim, qualquer conta fica mais doce.

Lasai
O chef Rafa Costa e Silva só usa ingredientes frescos e de alta qualidade em seu estrelado Lasai. Por isso mesmo, os pratos do menu costumam mudar sempre. As pequenas delícias que acompanham o cafezinho também vão mudando. Mas há grandes chances de encontrar, por exemplo, o merengue seco com creme de limão ou o Nostalgia Pura, um pequeno sanduíche doce feito com biscoito de waffle e recheado com sorvete napolitano.

Manioca
É preciso passar entre as estantes de uma livraria, no shopping Iguatemi, em São Paulo, para encontrar o Manioca. E vale a pena: esse é o restaurante mais casual da chef Helena Rizzo. No seu “filho” caçula, Helena serve algumas receitas bem elaboradas do seu estrelado Maní, além de pratos que podem ser classificados como comfort food, caso do hambúrguer na brasa e do picadinho. Por ali, o café também é bem “comfort”: ele vem acompanhado de um mini brigadeiro, feito na própria casa.


Petit fours que acompanham o café no Evvai (Foto: Tadeu Brunelli)

Evvai
Luiz Filipe Souza é um chef que mostra extrema preocupação em todas as etapas da refeição: desde a entrada até a sobremesa - chegando ao café, claro. No seu Evvai, que ostenta uma estrela Michelin, ele serve receitas de sotaque italiano, mas com toques bem autorais. Luiz Felipe respeita a sazonalidade dos ingredientes, usando sempre o que tem de mais fresco na cozinha - e, por isso, os pratos do menu costumam mudar. Toda essa fartura também chega ao cafezinho. Ele pode vir acompanhado de bala de cupuaçu, biscoitinho recheado com chocolate branco ou ainda um mini tablete de chocolate com praliné feito no próprio restaurante.

Oro
O chef Felipe Bronze, do carioca Oro, encanta seus clientes do começo ao fim da refeição. Seus pratos são tão saborosos que o Oro ostenta duas estrelas Michelin. Na hora do cafezinho, tem fartura: ao invés de um mimo, o restaurante serve um “banquete” doce de míni sobremesas. A bebida vem acompanhada de brigadeiro (o docinho de Felipe Bronze já ficou famoso!), quindim, tortinha de limão e mini nhá benta de café.

Tuju
Ir ao Tuju, que tem duas estrelas Michelin, é sempre uma surpresa. O chef Ivan Ralston inova o cardápio de acordo com os ingredientes que tem à sua disposição - sempre os mais frescos. A cozinha é altamente autoral, e Ralston tira da cozinha pratos elegantes e criativos. Assim também é com o café. Ele vem acompanhado de um mimo criativo, que une o sul do Brasil e a França: um mini macaron de chimarrão.


No Rubaiyat Rio, os docinhos que vêm com o café costumam variar (Foto: Divulgação)

Rubaiyat Rio
Aqui a experiência é completa: excelentes carnes e peixes, ótimos vinhos e uma vista privilegiada para as pistas do Jockey (as corridas de cavalos começam por volta das 13h15). O fim da refeição não foge à regra: o petit four que acompanha o cafezinho varia, mas costumam aparecer mimos como as laranjas cristalizadas, trufas, míni brownie, madeleine, beijinho de coco...

Fitó
A gastronomia única do Piauí e os preços acessíveis fizeram com que o Fitó, da chef Cafira Foz, entrasse na lista de restaurantes Bib Gourmand do Guia MICHELIN. A comilança por ali costuma ser grande - e vale muito a pena. E o sotaque nordestino está presente também no cafezinho! No Fitó, ele chega à mesa acompanhado de uma deliciosa cajuada, doce feito com a polpa de caju e coco.

Sal Gastronomia
O restaurante do chef Henrique Fogaça une a boa gastronomia ao rock hard core. Tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro, a casa é ideal para provar comida boa, mas sem firulas: os pratos seguem a culinária brasileira e são divertidos, informais e provocadores. Até na hora do café! O petit four que vem ao lado do cafezinho é um biscoito em forma de caveira, o símbolo do Sal. Ele pode vir em vários sabores: canela com gengibre, canela, laranja-flor, capim-santo, cravo e canela ou champanhe.


No Sal Gastronomia, o biscoito tem formato de caveira, símbolo do restaurante (Foto: Divulgação)

Tappo Trattoria
Mangia che ti fa bene! Esse é o endereço de cozinha italiana do chef Benny Novak, que também comanda o francês Ici Bistrô. Aqui, Novak serve boas massas, sempre com ingredientes frescos, elaboradas com delicadeza. É uma refeição que vale ser fechada com chave de ouro. Então, peça a conta e um cafezinho - ele vem acompanhado de um cookie caseiro, feito com farinha de amêndoas e chocolate.

Mocotó
Fila na porta de um restaurante é sempre bom sinal! O Mocotó, restaurante Bib Gourmand, costuma ter espera, principalmente nos fins de semana. E a espera vale - e muito - a pena! O chef Rodrigo Oliveira entrega pratos carregados de sabor do sertão. Foi aqui que os dadinhos de tapioca, por exemplo, ficaram famosos. Na hora do cafezinho, Rodrigo também capricha. A bebida vem acompanhada de um biscoito de goiaba, feito com cuidado na confeitaria do próprio Mocotó.

Komah
A boa comida coreana está na Barra Funda! No Komah, restaurante Bib Gourmand, o chef Paulo Shin une a tradição coreana à criatividade em pratos surpreendentes, como o Kimchi Bokumbap, um arroz salteado com kimchi (a típica conserva de acelga picante) e um cremoso omelete. Os sabores da Coreia também estão nos drinques - que levam ingredientes orientais, como a folha de shissô - e nas sobremesas. Está também, claro, no petit four que vem com o café: um brigadeiro de gergelim selvagem, feito ali mesmo. Mas vale perguntar ao garçom, pois nem sempre o docinho está disponível.

No Komah, o café vem com brigadeiro de gergelim selvagem (Foto: Gui Galembeck)

Comendo fora

Continue a explorar - Histórias que pensamos que irá gostar de ler

Siga o Guia MICHELIN nas redes sociais para atualizações e curiosidades.