Feedback
Novidades 1 minuto 30 Dezembro 2020

Pise com sorte

Da maçã ao feijão, do romã ao camarão, conheça alimentos e rituais de Ano Novo tradicionais em diferentes países.

Ainda que a passagem seja só simbólica, depositamos nela nossos melhores pedidos e esperanças para o novo ano que começa. Num momento em que os deslocamentos estão limitados, dá para viajar um pouco dentro de casa, testando alimentos e rituais de passagem praticados em diferentes países. Descubra sete deles, orientados para sorte e prosperidade


México
Em uma tradição importada da Espanha, os mexicanos "bebem" uvas à meia-noite — uma dúzia, seguindo as badaladas do relógio e os meses do ano, dispostas numa taça de champagne. Tamales (massa à base de milho, semelhante à pamonha) de porco são uma comida típica de celebração no Natal e no Ano Novo.


Irlanda
Chamada “Oiche na Coda Moire”, ou "A Noite da Grande Porção", a festa envolve um antigo costume destinado a vencer a fome: as famílias assaram bolos enormes, mas precisam comê-los esfarelados, quase em migalhas. No dia seguinte é costume deixar um pão amanteigado do lado de fora da porta da frente para mostrar o triunfo.


Japão
Tradicionalmente, bolinhos feitos de arroz e recheados com pasta de feijão doce são oferecidos aos deuses no Ano Novo. Kazunoko (ovas de arenque) e kobumaki (alga laminada) podem dar sequência aos festejos. Tanto o macarrão soba (longo comprimento) quanto o camarão (com uma forma curva, como a coluna de uma pessoa idosa) prometem uma vida longa para o comensal.


China
O Ano Novo Chinês é celebrado um pouco mais tarde que o calendário gregoriano, e a celebração dura algumas semanas, não apenas uma noite. Aqui, a sugestão é incluir laranjas e tangerinas para sorte, macarrão para longevidade (como no Japão) e peixes inteiros para unidade e abundância.


Iran
O Ano Novo Persa, Norouz, cai na primavera, então a ênfase é no renascimento. Há uma tradição de compor a mesa com sete pratos simbólicos que vão desde vinagre (paciência e amor) até maçãs (saúde e beleza). Em todo o Oriente Médio, romãs aparecem nas mesas de Ano Novo, prometendo abundância e fertilidade, assim como uma frittata de verduras chamada kuku.
Holanda
Duas das principais iguarias, maçãs fritas e oliebollen (bolas oleosas), refletem uma antiga tradição de servir alimentos em forma de anel, prometendo um ano redondo/completo.


Itália
Evocando o formato das moedas, lentilhas prometem prosperidade no ano novo. Nas festas italianas, elas costumam vir acompanhadas por salsichas e por um doce tradicional chamado chiacchiere — bolas de massa encharcadas de mel e espanadas com açúcar de confeiteiros.

Novidades

Siga o Guia MICHELIN nas redes sociais para atualizações e curiosidades.