Feedback
Novidades 1 minute 01 Abril 2020

Da horta para casa

Restaurantes indicados pelo Guia MICHELIN vendem ingredientes de pequenos produtores, a fim de levar criatividade às receitas preparadas em casa

ingredients shopping

Em tempos de isolamento social, é possível ser criativo na cozinha, preparando refeições com ingredientes de qualidade e, de quebra, ajudando pequenos produtores.

Essa foi a ideia dos chefs Luiz Filipe Souza, do Evvai, e Cesar Costa, do Corrutela. Por meio de seus restaurantes, eles vendem ingredientes de pequenos produtores selecionados, que prezam pela qualidade de seus produtos, muitos deles orgânicos ou artesanais.

“Não é hora de comer comida enlatada”. Cesar Costa é categórico em defender a cozinha saudável, principalmente em tempos de crise. “A natureza continua aí, com toda a força, oferecendo legumes, frutas e tubérculos, cheios de nutrientes e que colaboram para o nosso sistema imunológico”, afirma.

O chef ressalta que, em tempos de crise, todo o mercado de gastronomia é afetado. “Muitos fornecedores dependem basicamente do funcionamento dos restaurantes. É importante conscientizar as pessoas sobre essa conexão entre produtor, restaurante e consumidor”, diz.

Pelo telefone, o Corrutela recebe pedidos de cestas de produtos orgânicos, que são entregues em casa duas vezes por semana (o frete é grátis para a zona sul de São Paulo). Com produtos da Fazenda Santa Adelaide ou da Cooperapas, a cesta custa R$ 120 e tem de sete a nove legumes variados, duas hortaliças, uma dúzia de ovos, um litro de leite, 300g de fubá (moído no próprio Corrutela), duas frutas e grãos de kefir.

Luiz Filipe Souza também demonstra grande preocupação com o tema - e resolveu colocar no ar uma loja online. “A grande maioria desses produtores vende direto e apenas para os restaurantes. Se nós pararmos de comprar, impactamos a cadeia toda”, afirma. Na opinião do chef, os pequenos produtores são mais sensíveis à crise do que os restaurantes. “Muitos deles nos apoiaram de forma decisiva, desenvolvendo produtos exclusivos, exatamente como precisávamos. Não consigo me acostumar com a ideia de correr o risco de, lá na frente, quando a crise passar – e ela passará! - não termos mais esses produtos em nossas geladeiras”, diz.

Por ora, a loja do Evvai trabalha com ingredientes de parceiros do restaurante. “Como tudo foi muito rápido, ainda são poucos os produtores”, conta Souza. “Mas a ideia é que o projeto seja inclusivo, e não exclusivo”. Na lojinha online, dá para encontrar, por exemplo, azeite Borriello, queijos da Pardinho, legumes orgânicos da DRO Ervas e Flores e meles de abelhas nativas, produzidos pela Mbee.

Os produtos podem ser pedidos e entregues por meio de aplicativos de entrega mas também é possível retirar a compra direto no Evvai - por telefone.

Confira no aplicativo do Guia MICHELIN o contato desses restaurantes e boas compras!

Novidades

Continue a explorar - Histórias que pensamos que irá gostar de ler

Siga o Guia MICHELIN nas redes sociais para atualizações e curiosidades.