Restaurantes do Rio de Janeiro e São Paulo recebem placa oficial do guia MICHELIN

Em clima intimista e descontraído, chefs dos estabelecimentos estrelados participaram da premiação em jantar no Bistrô Charlô
Compartilhar

Aos poucos, eles foram chegando. Mal abriram as portas do Bistrô Charlô, endereço tradicional de São Paulo na Rua Barão de Capanema, e alguns chefs já estavam por ali. 
Recepcionados com champanhes Veuve Clicquot, os convidados se entregaram à boa conversa entre amigos, que logo ganhou a companhia de canapés preparados na brasa, como as vieiras de Picinguaba e as ostras de Cananeia e Chorizo, além do terrine de joelho de porco com salada verde e sardinha defumada, com tartare de tomate e presunto. 
Ao entrar para o salão, já com a constelação presente, o creme de frutos do mar “en crout” deu as boas-vindas ao menu, assinado pelo chef Flavio Santoro, que se seguiria ainda por mais quatro etapas – todas devidamente harmonizadas com vinhos oferecidos pela Moët Hennessy. 
O primeiro prato, bacalhau em baixa temperatura, surpreendeu pela simplicidade e sabores intensos: a carne branca, alta e tenra do peixe, sem o sal característico do ingrediente, com endívia caramelizada. Em seguida, o vinho tinto servido anunciou que uma carne estava por vir, e chegou à mesa o jarret de vitela com mil folhas de mandioca. Mais uma vez, simples, porém sofisticado, e seguido pelo salão pelo olhar atento do chef que espiava as reações dos comensais – apenas os chefs dos melhores restaurantes do país – pela porta da cozinha. 
A primeira sobremesa da noite, salgada, despertou curiosidade: queijo Creme Pardinho, com Mel in Natura e Borá da seleta Mbee. Ao serem servidos, os chefs dispensaram os talheres para pegar, nas mãos, o ingrediente – quem convive com eles, entende que o toque e o cheiro são parte crucial de sua experiência. 
Antes do prato final, o momento mais aguardado do jantar: a entrega das placas oficiais Michelin, de confecção francesa, para que os estabelecimentos possam exibir, orgulhosamente, em suas paredes. 
Segundo Guilherme Nigri, do guia MICHELIN, “a edição do guia MICHELIN RJ&SP deste ano ilustra o relevante e animador cenário gastronômico no Brasil, onde os talentosos chefs mostraram ambição e revelaram ingredientes excepcionais”. 
Um outro anúncio se destacou na premiação: a parceria inédita com a Tagme Food Solutions, para viabilizar reservas nos restaurantes do Guia Michelin via aplicativo e website. “Nossa meta é ter uma base de 100% dos restaurantes Michelin“, indicou João Alves, Diretor Comercial da empresa que também realizou a entrega dos prêmios. 
Fotos, sorrisos, animação e muito festejo marcaram o momento, finalizado com chave de ouro pela dacquoise de castanha de caju com chocolate Callebaut, sorvete de baunilha e coulis de manga acompanhados de Suplicy Cafés Especiais. 
Para ficar guardada na memória, como se não bastassem os inúmeros cliques postados nas redes sociais dos chefs e amigos, uma foto na calçada, divertida, para uma plateia familiar e acolhedora encerrou a noite, digna de (muitas) estrelas Michelin. 

Chefs dos restaurantes estrelados em 2018 e as placas guia MICHELIN
Chefs dos restaurantes estrelados em 2018 e as placas guia MICHELIN
Compartilhar em:
Assine a newsletter do Guia Michelin
Fique por dentro dos melhores restaurantes, lifestyle, eventos recomendados na sua cidade